Semeia apresenta procedimentos para licença ambiental

semeia-II

A prefeitura de Ji-Paraná por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), apresentou para técnicos e consultores que assessoram as empresas, os procedimentos do licenciamento ambiental de pequeno impacto que foram autorizados pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam). A reunião foi realizada ontem (3) no auditório da Secretaria Municipal de Agricultura (Semagri). Os esclarecimentos foram apresentados pela assessora executiva da Semeia, Katia Casula, com a presença do diretor do escritório da Sedam em Ji-Paraná, Cleiton Cazuza, da  procuradora geral do município, Leni Matias, dentre outras autoridades convidadas.

De acordo com Katia Casula frisou também que essa nova atribuição beneficiará o setor produtivo do município, pois os processos de licenciamento ambiental devido à proximidade terão tramitação mais ágil, reduzindo custos e tornando mais fácil o acesso aos interessados. Outro fator interessante será o valor das tarifas a serem cobradas, que no somatório geral será mais baixo do que as que são cobradas pela Sedam. Há uma gama de empreendimentos de pequeno impacto que podem receber a licença ambiental, como os lavadores de veículos, pequenas metalúrgicas, piscicultura, serralherias, pequenas indústrias de cosméticos, pavimentações, construções com até dois pavimentos, dentre outros.tia Casula, a reunião representou progresso  significativo no processo de  emissão de licenças ambientais, que foi iniciado no início de março, quando o prefeito Jesualdo Pires (PSB), assinou em Porto Velho o termo de cooperação técnica com a Sedam. O termo transferiu para o município a responsabilidade pelo licenciamento ambiental das atividades ou empreendimentos de pequeno impacto ambiental. “O prefeito está feliz porque conseguimos em pouco tempo agilizar todos os procedimentos necessários para a emissão das licenças ambientais, graças ao trabalho e esforço de toda a nossa equipe, com o apoio do secretário Reinaldo Pereira e outros setores da administração municipal”,  afirmou.

Para o diretor presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Município de Ji-Paraná (AGERJI), Clederson Viana Alves, a nova atribuição do município representa um avanço. “Desde a criação da secretaria municipal de meio ambiente pelo prefeito Jesualdo Pires e a sua estruturação que está sendo efetivada,  e agora com esta importante função dos licenciamentos ambientais, são avanços que trarão benefícios ao setor produtivo e a comunidade como um todo”, declarou. Os interessados podem solicitar três tipos de licenças: localização, instalação e operação.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.