Em depoimento, mulher diz que matou estudante Nathália porque quis

Natália Gonçalves de Sousa assassina confessa da a estudante rondoniense Nathália Araújo Zucatelli
Natália Gonçalves de Sousa assassina confessa da a estudante rondoniense Nathália Araújo Zucatelli, de 19 anos. A Nathália, de Rondônia,vítima da estupidez humana.

assassina da estudante Nathália Araújo ZucatelliÉ Mais Goias – “Atirei porque quis e porque ela não acreditou que eu tinha coragem”. Estas foram as palavras de Natália Gonçalves de Sousa, de 20 anos de idade, durante depoimento prestado nessa madrugada -26/02 – na Delegacia Estadual de Investigações Criminais- Deic.
Natália Gonçalves de SousaFernando Rodrigues Júnior, de 27 anos, foram presos no fim da noite de ontem (25/02) acusados de matar durante assalto na segunda feira passada (22/02) a estudante Nathália Araújo Zucatelli de 19 anos. A estadiante havia três semanas que estava em Goiânia, vinda de Rondônia para se preparar para o vestibular. O Sonho da vítima era fazer medicina.
De acordo com o que apurou o chefe do grupo que investiga latrocínios da Deic, Delegado Kalyter Camilo, antes de matarem a estudante na saída de um colégio no Setor Marista, em Goiânia, Natália e o mototaxista Mateus Queiroz Aguiar, de 21 anos, assaltaram na noite de segunda-feira duas pessoas nas ruas da Capital. Uma destas vítimas anotou a placa e passou para a PM.
Após cruzar informações com a Polícia Civil, militares do Batalhão de Choque prenderam Natália ontem à noite na casa da mãe dela na Rua C-143, no Jardim América. Além de confessar o crime e dizer que nada roubou da estudante, que segundo contou segurou firme a mochila, ela levou os policiais à casa de Fernando, na Rua C-131, também no Jardim América. Responsável por emprestar o revólver 32 usado nos dois assaltos e no latrocínio, Fernando entregou a arma, que estava escondida em uma empresa de reciclagens que fica no mesmo setor, na Rua C-107.
Mateus Queiroz, que ainda não foi localizado, teria fugido para o interior. A prisão temporária dos três acusados foi decretada pela Justiça no início da madrugada de hoje.
Ao participar da apresentação dos acusados à imprensa, o novo Secretário da Segurança Pública José Eliton disse que a punição para quem cometer crimes em Goiás a partir de agora será pesada. “Todos os que infringirem a Lei em Goiás serão efetivamente punidos, e o bandido a partir de agora vai ter que respeitar e ter medo sim da polícia, pois ela é a malha protetora da sociedade”.

Suspeita fala sobre o crime:

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=4iNRUnzIO2A[/youtube]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.