Professora de escola católica é presa acusada de ter feito sexo com aluno

Fatima Grupico, de 24 anos, lecionava em uma escola católica no estado de New Jersey
Fatima Grupico, de 24 anos, lecionava em uma escola católica no estado de New Jersey.

Uma professora de história foi presa na quinta-feira por ter tido relações sexuais com um aluno. Fatima Grupico, de 24 anos, lecionava em uma escola católica no estado de New Jersey, nos Estados Unidos, a Cardinal McCarrick High School. As informações são da NBC.

Segundo as autoridades, o estudante envolvido no caso tem 17 anos e as relações teriam ocorrido várias vezes ao longo do mês de maio deste ano. A professora será processada por assédio sexual e por colocar em risco o bem-estar de uma criança. A denúncia teria partido da direção da própria escolas à polícia. Fatima está sob custódia da polícia de Nova Jersey, aguardando fiança.
A Cardinal McCarrick High School foi fechada no fim do ano letivo no país, que é em junho, por problemas financeiros da Diocese local. Desde então, a professora está desempregda. A imprensa informa que essa seria a 11ª escola católica da região a fechar por este motivo desde 2009.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.