Coluna do Gutierrez – Elogio dos desinformados engrandece o Narciso Cassol  

Incrível mesmo foi ler sábado à noite uma matéria compartilhada nas redes sociais dando conta que o senador Ivo Cassol (PP-RO) recebeu elogios por atuação junto ao Senado Federal. (..) Os elogios foram durante visita que fez à Feira da Indústria e Comércio de Cacoal na noite de sexta-feira (…).  

Desavisados 

As pessoas que a reportagem diz que o elogiaram, certamente não souberam que Ivo ‘Massaranduba’  Cassol foi eleito entre 513 deputados e 81 senadores como sendo o pior parlamentar do Congresso Nacional, segundo revelou o respeitado Ranking Políticos http://www.politicos.org.br/. 

Pseudônimo😎 

Com esse título, poderíamos, sem nenhum constrangimento, acrescentar como pronome de tratamento à vossa excelência, que é conhecida graças a delatores da Odebrecht na Lava Jato de ‘Massaranduba’, de o inútil senador Ivo Cassol – que foi elogiado por um desavisado em Cacoal pela sua bela ‘atuação’ em Brasília.  

Se a atuação do Cassol como Senador fosse uma gineteada em Touros, poderia ser qualificada pela comissão julgadora do rodeio como, “Sem aproveitamento Técnico”. (Roberto Gutierrez)

 

Atestado de incompetência 

Prefeito de Porto Velho diz que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) da Capital é um atraso para Rondônia, pois, quando é somado ao IDEB dos demais 51 municípios, Rondônia fica abaixo da média Nacional. Quando tira Porto Velho, Rondônia sobe no ranking. Significa dizer que Porto Velho é um atraso para a educação de Rondônia. 

 

Taxistas 

Mais que uma manifestação em defesa da categoria, os taxistas de Rondônia são estimulados ao ódio contra o grupo Eucatur, e usados para um plano maquiavélico de vingança do senador condenado a prisão Ivo Narciso Cassol (PP-RO), com ataques conta o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) desde que era governador de Rondônia.   

 

Movimento legítimo, mas… 

Os taxistas que lutam com dignidade no transporte de passageiros pelo sistema de lotação intermunicipal, que garante o sustento de cada dia, estão certos no direito de se manifestar quando se sentem ameaçados, mas, caíram direitinho na armadinha do Narciso Cassol, cuja energia e tempo do seu mandato, ao invés de beneficiar Rondônia e sair da condição de pior parlamentar do Congresso Nacional, vive criando confusão e armando barraco.

O ódio dele é maior ainda porque está fora do próximo pleito eleitoral, principalmente agora, que o Supremo deu como certo a estender a Lei da Ficha Limpa para alcançar quem tem condenação antes de 2010.
Como Cassol está fora do processo, fará de tudo para destruir o grupo que apoiar Acir para governador, por isso ele vai usar o movimento legítimo do taxistas para tentar atingir seus objetivos.  

 

Porte de arma 

Quase 100% aprovam revogação do Estatuto do Desarmamento em enquete do Senado. Já são mais de 233 mil votos a favor e menos de 10 mil votos contrários. Enquanto isso, a proposta defendida pelo senador Wilder Morais (PP-GO) é a própria revogação do Estatuto do Desarmamento pela substituição de uma lei que garante o porte de arma a qualquer cidadão.  Porte de arma para qualquer cidadão é carro-chefe da plataforma política do presidenciável Jair Bolsonaro. Ah, tem ainda na plataforma Pena de Morte, (…) dar um cavalo de pau na política de direitos humanos. 

Lei da Ficha Limpa

Está sendo um deus-nos-acuda a expectativa da classe política com a decisão final do Supremo de como ele vai regulamentar a Lei da Ficha Limpa que passa a atingir quem tem condenação antes de 2010 -ano de criação dessa Lei. Assim que o STF definir as regras para a aplicação, vamos dar os nomes dos políticos que serão impedidos de se candidatar.

2018 com muitas candidaturas a governo

Financiamento Público de campanha e cláusulas de barreira para os partidos que não cumprirem o mínimo da meta de votos sob pena de ficarem fora, vai provocar uma reviravolta nas eleições de 2018. Praticamente todos os partidos vão fazer de tudo para lançar candidatura a governador, senador, além de deputados estaduais e federais. Isso porque, em tese, agora tem dinheiro oficial para gastar em campanha, e se não fizer voto suficiente para eleger deputados federais, na próxima eleição, estará fora da divisão da bolada. 

Desespero

Vai ter muito candidato a governador apenas para ajudar na legenda de candidatos a deputado federal, que é o cargo de maior importância para definir tempo de TV, divisão dos recursos públicos para o Partido e força política dentro do Congresso Nacional para lotear os cargos do futuro governo.  

Ou vai ou racha

Aliás, a única esperança dos partidos nanicos está depositada nesta eleição, pois, depois dela, acaba o voto-legenda e coligação, e entra em vigor, o voto majoritário, também para deputados e vereadores. Só será eleito quem fizer mais voto. Em Rondônia, por exemplo, são apenas oito vagas para deputado federal, assim, os oito mais votados entre os candidatos e não entre os partidos, serão os eleitos. Boa sorte. 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.