Marcito pede rapidez no início das obras de esgotamento sanitário

Durante seu discurso  na sessão itinerante da Assembleia Legislativa, realizada na 8ª Rondônia Rural Show, na tarde da última quinta-feira (23), o prefeito de Ji-Paraná, Marcito Pinto (PDT), pediu ao governador Marcos Rocha (PSL) empenho junto a equipe do comitê executivo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), para a obra de esgotamento sanitário na cidade seja iniciada o mais rápido possível.

A obra está orçada em R$ 180 milhões e os recursos foram garantidos através de um grande empenho da classe política da cidade. O município é uma das cidades de Rondônia possuem os menores índices de rede de esgoto.

“Nosso temor é que nossa cidade venha a ser colocada no fim da fila pelo Governo Federal. Diante da dificuldade financeira no País, estamos receosos de perder esses recursos, por isso meu apelo para o senhor é garantir logo o início da obra”, discursou o prefeito.

O presidente da Casa, Laerte Gomes (PSDB), reforçou a necessidade de garantir o início da obra de esgotamento em Ji-Paraná e lembrou que os deputados estaduais já aprovaram autorização para que a equipe de fiscalização das obras do PAC, fossem integradas ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER-RO).

Durante a sua fala, o governador Marcos Rocha explicou que  essa  equipe do PAC, estava sob a responsabilidade da Sugespe, que é um órgão não tem ligação nenhuma com engenharia e obras e, por isso, houve a necessidade migração para o DER.

 “Agora, estamos atuando para dar a celeridade nos processos, permitindo que as obras sejam retomadas e ou iniciadas. Fique tranquilo, prefeito e população de Ji-Paraná, pois não iremos perder os recursos”, garantiu o Governador.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.