Marcos Rogério anuncia conclusão dos vãos da ponte do Abunã

Antiga reivindicação de moradores, empresários e usuários da BR-364, a ponte sobre o rio Madeira, em Abunã, distrito de Porto Velho, finalmente deve sair do papel. Em vistoria realizada nesta quinta-feira (04/07), o presidente da Comissão de Infraestrutura, o senador Marcos Rogério, confirmou a conclusão das obras no vão central.

“Estou agendando, agora, a vinda do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, entre a segunda e terceira semana de julho, para fazer vistoria da obra, juntamente com os parlamentares que compõem a comissão e a bancada federal. A próxima etapa é o trabalho nas cabeceiras, que já deve começar de imediato”, anunciou o presidente.

O avançar das obras é motivo de comemoração entre os usuários da BR-364, e também para o parlamentar rondoniense. Quando concluída, a ponte deve ligar Porto Velho a Rio Branco, no Acre. “Isso vai facilitar o tráfego na rodovia, na ligação para o Acre, e também na saída para o Pacífico. Antes só era possível passar por balsa; Agora, com a ponte, é facilitado o tráfego de veículos, caminhões, carretas, inclusive no transporte de mercadorias”, explicou Marcos Rogério.

O senador apontou, ainda, que a ponte deve integrar três países e facilitar acordos comerciais. “É uma ponte de integração, e não apenas com o Acre. Ela também dá acesso a países vizinhos como Peru, Chile e Bolívia. A balsa dificultava muito a passagem de caminhões e carretas, e agora, com a ponte, conseguiremos importar e exportar produtos com mais facilidade”, ressaltou.

Em maio deste ano, houve a expectativa de que as obras fossem paralisadas por falta de recursos. Contudo, após a intervenção do presidente Marcos Rogério, e de pressões da bancada federal, o Ministério da Infraestrutura fez o remanejamento de verbas para garantir a conclusão dos trabalhos. “Foram liberados R$ 1 milhão de imediato para garantir a continuidade das obras no vão central, mas o ministro se comprometeu, também, a liberar novos investimentos visando a conclusão da obra”, explicou o senador.

A vistoria na região deve ocorrer até o final de Julho e deve ser coordenada pelo presidente da Comissão de Infraestrutura, Marcos Rogério, acompanhado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, dos senadores que compõem a comissão e a bancada federal.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.