Eleições 2020 – Iniciada maratona política do DEM em Rondônia 

Mais de 50 novos filiados, valorização da história, compromisso com o futuro e lançar candidatos a prefeitos apenas nas cidades onde os pretendentes consigam preencher qualidade técnica e competência moral. Esta foi a síntese que marcou o mutirão de filiações do partido Democratas em Ji-Paraná. 
O acontecimento político foi realizado na noite de ontem (25/07) no auditório da Câmara dos Vereadores e contou com correligionários de pelos menos 12 cidades de Rondônia. O Presidente Regional do partido, senador Marcos Rogério, acompanhado do presidente do Diretório do DEM municipal, Affonso Cândido, e do vice-presidente António Marcos Fuskão, abonaram os novos correligionários, sendo que, boa parte, tem a pretensão de disputar uma das 17 vagas de vereador em Ji-Paraná.

Um dos pontos altos foi o discurso do ex-senador Alcides Paio, filiado da extinta arena, que virou PDS que se fundiu em PFL e foi transformado em Democratas.  
Alcides falou sobre estado de saúde frágil no qual atravessa. Ele tem 81 anos de idade.  Emocionado, agradeceu a oportunidade de poder contar e servir aos amigos de longas datas, como o ex-senador, ex-prefeito, ex-deputado estadual constituinte e ex-governador José Bianco, que estava em Porto Velho.  

Sabedoria 

Com a experiência de quem esteve no Senado em meados da década de 1980, Alcides Paio parabenizou o senador Marcos Rogério pelo trabalho no Congresso Nacional.  Definiu Marcos como sendo protagonista de uma das mais importantes páginas da política brasileira recente, pela coragem e lisura com a qual dedicou-se como relator do processo de cassação do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, marcando assim, o início de um novo tempo em sintonia com os clamores populares. 

Nome do DEM a prefeito

O presidente da Câmara de Ji-Paraná, vereador Affonso Cândido, foi apresentado como o nome forte do partido para disputar o cargo de prefeito. Com humildade, Affonso disse que é um soldado do partido. Amigo e admirador do senador Marcos Rogério, se diz um homem preparado para enfrentar esse, que poderá ser o maior desafio de sua vida. “Mesmo assim, meus amigos, acatarei qualquer decisão que o partido tomar, comentou Affonso ao concluir: “…estou nessa batalha com o DEM, não para fazer valer uma vaidade pessoal, mas, uma causa muito maior, que é o bem-estar social – a cidade onde eu nasci”. 

Candidato tem que ser de qualidade 

O senador Marcos Rogério fez um breve relato de suas atividades no Senado e sobre os recursos que tem destinado aos 52 municípios de Rondônia. Ele falou sobre o momento político e da nova política que o país atravessa; falou sobre o seu compromisso com a população que o elegeu, e que essa tem que ser a preocupação diária de todas as pessoas que querem ingressar na política.  Ao dar boas vindas aos novos filiados, o senador chamou pelo nome boa parte dos membros do DEM das várias cidades que foram prestigiar o acontecimentoA partir daí exemplificou fatos e fez analogias sobre o aprendizado que a vida pública exerce sobre as pessoas e sobre a difícil tarefa de tomar decisões
“Nos vamos sempre primar pela qualidade. Por isso o DEM não está preocupado em lançar prefeito em todas as cidades, mas, lançar candidato a prefeito quando esse preencher qualidade técnica, conhecimento, vida ilibada e competência moral”, discursou o senador, ao explicar que, “da mesma forma que poderemos, em alguma cidade somar com outros candidatos, mas que isso jamais será feito sem que o referido nome não fuja aos critérios que exigimos, bem como essa decisão vai obedecer a vontade do diretório”.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.