Morre Chicão, um dos maiores desportistas de Ji-Paraná 

Roberto Gutierrez – Morre aos 55 anos de idade o professor e desportista de Ji-Paraná Francisco Drefahl,ChicãoA morte dele aconteceu na madrugada de hoje, às 3 horas, em Porto Velho, quando se recuperava em uma UTI, após uma cirurgia de 12 horas para a retirada de nódulos na região do fígado.  Ele foi professor da Ulbra por pelo menos duas décadas e, ultimamente, trabalhava com energia solar. Chicão era casado e deixa três filhos. 

A previsão para a chegada do corpo daquele que era um dos professores de Educação Física mais queridos de Ji-Paraná é 16h30 e o velório acontecerá na Quarta Igreja Presbiteriana do Brasil da qual Chicão era membro. Essa igreja fica localizada na rua dos Mineiros, 1095 – Urupá, Ji-Paraná. 

Inspirador

Chicão trouxe para a Região Central de Rondônia a prática da bike fit, que se tronou uma mania. Entre suas paixões no esporte, estava o Fusca Cross. Tornou-se um dos pioneiros da prática dessa modalidade em Rondônia e acumulava dois títulos de campeão rondoniense. Formado em Educação Física, tornou-se referência da boa atividade esportiva junto aos jovens, hoje, adultos de pelo menos três gerações. 

Conforme revelou Leandro Nunes, à Folha de Rondônia News, Chicão reclamava de uma dor na região do fígado e foi convencido para diagnosticar a causa. Os dois trabalhavam juntos com energia Solar. 

Segundo publicou o site RulChicão era pai dos gêmeos Lucas e Marcos Drefah, atletas campeões do ciclismo em Rondônia. Já o filho mais velho, Matheus, profissional em Educação Física, mora em Portugal. 
Francisco Drefahl, o Chicão, nasceu em 7 de outubro de 1963 em Imbituva, no Paraná. 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.