Empresários querem rede elétrica no anel viário

A falta de rede elétrica no Anel Viário de Ji-Paraná, região Central de Rondônia, está impedindo a instalação de empresas e, com isso, a expansão econômica do Terceiro Distrito da cidade. Esse foi um dos temas debatidos ontem, no fim da tarde, entre a diretoria da Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná e o chefe da Casa Civil do governo de Rondônia, Júnior Gonçalves 

Domingos busca reivindica rede elétrica para o Anel Viário.

Segundo o empresário Domingos de Barba (foto), da Rondobras, o grupo encontra dificuldade até mesmo para construir: – “sem energia elétrica não há como fazer o investimento”, argumentou o empresário ao chefe da Casa Civil, ao dizer que esse dilema está sendo vivido por dezenas de empresas, cujo projeto é o de se instalar no Anel Viário.  

Júnior Gonçalves, de imediato, disse que vai colocar esse problema na pauta da reunião que terá na próxima terça-feira (24/09), em Porto Velho, com o presidente da Energisa, André Theobald 

“A Energisa tem se mostrado acessível às nossas reivindicações. Vamos fazer de tudo para encontrar um meio rápido e viável para atender essa demanda tão importante”, garantiu Júnior Gonçalves. 

A reunião foi comandada pelo presidente da Acijip Hugo Lopes Araújo. Ela deveria contar com a participação do governador Marcos Rocha. Isso só não foi possível porque um imprevisto obrigou a ida dele no fim da tarde de ontem a Porto Velho. 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.