Apresentada proposta para alterar tráfego em rotatória

DSC05035Uma proposta com alterações para facilitar o tráfego de veículos na rotatória da avenida Transcontinental (BR 364) foi entregue, na sexta-feira (24), ao deputado federal Marcos Rogério (PDT) pelo vereador Affonso Antônio Cândido (PSDC) para ser encaminhada à direção do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

De acordo com Affonso Cândido, as alterações em alguns pontos da rotatória foram solicitadas por donos de empresas de transporte, distribuidoras e por moradores dos bairros Nova Brasília, Jotão e Primavera.   “Mas por se tratar de uma rodovia federal, as mudanças têm que ser autorizadas pelo DNIT”, lembrou.

O deputado Marcos Rogério assegurou que a proposta do vereador ji-paranaense será apresentada à direção geral do DNIT em Brasília para que seja avaliada por técnicos do órgão. “Todas as mudanças solicitadas no documento pedem correções em acessos da rotatória para outros pontos da cidade”, frisou.

O requerimento relaciona quatro alterações para dar mais mobilidade ao tráfego no local. Primeira, a abertura de um retorno para o bairro Primavera, tendo como passagem a rua Tenente Antônio João. Segunda, acesso aos motoristas que trafegam pela rua Amazonas e queiram utilizar a rotatória para seguir para Presidente Médici.

E ainda: entrada pela rua Teresina (bairro Nova Brasília) à via rápida do viaduto, diminuindo o número de veículos pela marginal. E terceira, permissão para acesso à rua Xapuri (bairro Riachuelo) pela rodovia. As propostas também foram avaliadas por técnicos da Empresa Municipal de Transportes Urbanos (EMTU).

Motoristas começaram a circular pela rotatória no final de abril e desde então encontram dificuldades de acesso a vários pontos da cidade. A obra da travessia urbana de Ji-Paraná foi concluída com recursos do PA2 e, segundo o site do Ministério do Planejamento, custou R$ 78,3 milhões, com emenda do senador Acir Gurgacz (PDT).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.