Confúcio Moura defende prioridade à educação

Em pronunciamento nesta quarta-feira (27), o senador Confúcio Moura (MDB-RO) sugeriu aos colegas a “adoção” de escolas como forma de fortalecer a educação de crianças e jovens no país. Ele afirmou que o Senado reúne políticos experientes, como ex-governadores, e que o conhecimento acumulado na atividade parlamentar pode ser empregado em favor da educação.

— Vou fazer essa sugestão a todos os senadores, deputados federais e deputados estaduais. A sugestão será encaminhada à Mesa do Senado, para explicitar a sugestão por meio de alguma norma — afirmou.

Confúcio Moura disse que os parlamentares precisam reagir em favor da educação. Ele adiantou que vai interferir em todos os projetos que tratem da educação nas comissões em atuará.

— Não precisa fazer reforma da educação, já está tudo pronto, aprovado em leis ordinárias. Temos que colocar em prática, brigar para que realmente a coisa aconteça. Não adianta fazer reforma, tapar buraco, se não melhorarmos as crianças — disse.

Confúcio Moura lembrou que os senadores eleitos em outubro de 2018 terão oito anos de mandato. Ao final desse período, se as crianças forem bem acompanhadas nas escolas, estarão em condições de “participar do crescimento do Brasil”.

— A educação tem muito dinheiro, e é preciso saber como fazer para esses recursos chegarem às crianças. Se a escola não for gerida com cautela, ela pode ser desastrosa e ser fonte de desigualdade e revolta — afirmou.

Agência Senado

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.