Conselho Científico participa do Enfisa 2013

Evento será realizado entre 11 e 14 de junho na cida de Porto Velho/RO

 O Conselho Científico para Agricultura Sustentável (CCAS) participa do ENFISA 2013 – Encontro de Fiscalização e Seminário sobre Agrotóxicos de hoje até 14 de junho, no Hotel Aquarius, em Porto Velho/RO. Este evento é o principal fórum de discussão sobre temas ligados à regulamentação de agrotóxicos no Brasil.

O CCAS será representado no evento através de seu presidente, José Otavio Menten, e dos membros Decio Karam e Lidia Cristina Jorge dos Santos. “Para nós é muito importante participarmos de um evento como esse – o maior do setor, com dez anos de existência, onde teremos oportunidade de debater sobre os desafios da regulamentação dos defensivos agrícolas e as perspectivas para o agro brasileiro”, declara Menten.

No dia 12 de junho, às 14h, Decio Karam fará uma palestra sobre “Projeto para mitigação de riscos no uso de agrotóxicos”. Participam também profissionais do MAPA, órgãos estaduais de defesa agropecuária, secretarias de agricultura e saúde, empresas fabricantes de defensivos, professores, pesquisadores, estudantes e agricultores.

 Sobre o CCAS

O Conselho Científico para Agricultura Sustentável- CCAS é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados a sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

 O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

 Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

 

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa sejam colocados a disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.