Não podemos perder mercados importantes 

Os países árabes juntos são o segundo maior comprador de proteína animal do Brasil. Em 2017 vendemos US$ 13,5 bi de dólares com um superavit US$ 8 bi de dólares. Agora o Egito se nega a receber chanceler do Brasil e comitiva com mais de 100 empresários por causa da declaração de Jair Bolsonaro de transferir a embaixada brasileira em Israel para Jerusalém. 

Nós não somos os Estados Unidos para entrar numa briga dessas. Só os USA e a Guatemala mudaram as embaixadas para Jerusalém. Aliás, ano passado os USA tiveram um superavit de 2 bi de dólares nas nossas costas e acumulam 10 bi de dólares de superavit nos últimos 10 anos.  

O Brasil perdeu o mercado de Carne suína com a Rússia. A Tailândia tomou conta de pelo menos 40% e só agora que foi anunciado uma tímida reabertura de mercado de carne suína com a Rússia. 

O terceiro destino das exportações industriais do Brasil é o Mercosul. Se a gente rompe isso, a China é quem vai adorar, pois ela toma conta do pedaço com o que sabe fazer de melhor. 

Por falar em China, sou extremamente contra o regime do qual eles vivem, mas jamais deixaria de vender para eles. Aliás, no ano passado nos vendemos para eles 47 bilhões de dólares e importamos 27 bilhões de dólares! É preciso tomar cuidado porque tem um monte de país que produz o que a gente produz. Se a reclamação é que eles estão comprando muita coisa no Brasil, a pergunta é: – está dentro do que determina o marco regulatório? Então não tem problema!  O que o Brasil não pode é fechar portas econômicas preciosas que não são abertas da noite pro dia. Não estou tratando sobre ideologias ou regimes, mas de matemática, mercado, economia e um mundo globalizado onde quem pode mais chora menos.  

O que o governo de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro precisa, é eleger um porta-voz para não ficar um monte de gente passando informação que se contradiz a cada declaração. A campanha política já terminou. Não precisa mais de frases de efeito para ouriçar militância, mas de ações que unam o país.    (coluna do Gutierrez)

 

Roberto Gutierrez – editor da Folha de Rondônia News.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.