PSB não está dividido, apenas não está imune aos ataques

Nos últimos dias o tema que domina os bastidores da política é a suposta divisão que estaria acontecendo dentro do PSB, partido que governa Rondônia com Daniel Pereira, e que iria dividido para o encontro estadual em Pimenta Bueno neste sábado.

Até o Lindomar Garçon, que aparenta ser o mais bobinho, sonha ser governador de Rondônia, quanto mais as estrelas do PSB, que têm potencial para isso. O importante é perceber que política é a arte de abrir espaço. Tudo no tempo certo, inclusive, o de aguardar a situação do senador Acir, que na pior das hipóteses, continuará Senador por mais 4 anos. “Vaidade não pode ser confundida com aspiração política e condição real de se eleger” (robertogutierrez).

Não acredito que o PSB vá dividido para o encontro em Pimenta Bueno, até porque, a suposta divisão é alimentanda por aqueles que têm maior interesse nisso: opositores ao grupo formado pelo PDT e PSB.

Apesar de o senador Acir Gurgacz (PDT-RO) trabalhar com a convicção de que será candidato a governador sem que o problema jurídico o interfira do processo eleitoral, as dúvidas que pairam na cabeça das pessoas, dá espaço para alimentar todo e qualquer tipo de conjectura política na falta dele como candidato. Assim, todo e qualquer tipo de conspiração maliciosa ganha eco nos botecos e viaja mais rápido nas redes sociais.

O problema é que as pessoas têm memória curta demais. Não foi Daniel Pereira quem, mesmo sabendo que perderia a chance de ser governador disse que não apoiaria Maurão de Carvalho  (MDB) ao governo, mas, ao Acir Gurgacz, mesmo sabendo que isso deixava Confúcio Moura (MDB) em situação complicada e antes mesmo de Confúcio renunciar?

Apesar de o Daniel Pereira ter um projeto político camuflado em seus pensamentos íntimos e, por prudência, não os revela, ele sabe que o grupo vem em primeiro lugar e que só é governador hoje, graças a ação de um grupo que lhe dá sustentação. Assim, qualquer coisa que se diga quanto à um racha neste momento, soa como impossibilidade filosófica.  Jesualdo Pires (PSB) é o nome do grupo ao Senado, Acir é o nome do grupo ao Governo, Mauro Nazif é o nome do grupo à deputado federal junto com Silvia Cristina (PDT), Cleiton Roque (PSB), anfitrião do encontro sábado em Pimenta Bueno,  é um dos nomes a deputado Estadual, e só o tempo saberá informar se algo mudar.

Coluna do Gutierrez.

 

 

(Roberto Gutierrez)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.