Dória, Ciro, Bolsonaro e o PT, personagens de mais uma disputa – Coluna do Gutierrez

Ciro Gomes não se aposentou da política e será candidato a presidente em 2022; João Dória vai levar o PSDB de centro quase esquerda para a Direita e vai disputar espaço com Jair Bolsonaro, ou seja, será aliado do Capitão enquanto for conveniente. Dória percebe que as cobranças a Jair serão muito fortes em busca de resultados e aposta num desgaste natural para ganhar espaço com um discurso menos áspero. 

O PT, que decidiu bem antes das convenções em não dividir a hegemonia da esquerda com Ciro Gomes, volta a  ocupar o papel de oposição com uma bancada de 57 deputados federais, seis senadores, quatro governadores e um capital eleitoral muito forte no Nordeste.   

Ciro Gomes, por sua vez, que buscou a neutralidade no segundo turno, deverá ficar de camarote olhando e comentando sobre os aperreios que a direita deverá enfrentar para por em prática seus projetos, mas, com uma diferença: conversando separadamente com cada seguimento nas redes sociais. 

João Amoedo, do partido Novo, que conseguiu quase 3% dos votos válidos, aposta que se dará bem correndo por fora como uma opção a mais na direita e se contrapondo ao PT e ao Ciro Gomes.

Coluna do Gutierrez

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.