‘Morar Melhor’ não termina este ano, afirma Edivaldo Gomes

Após mais uma visita aos prédios do Morar Melhor nesta quinta-feira, o vereador Edivaldo Gomes (PSB ) afirmou não acreditar que as obras sejam retomadas neste ano.

A vistoria ao local foi junto com o Ministério Público Federal, através do procurador Murilo Rafael, Éder Freitas , representantes dos sorteados, secretários municipais, representante do Banco do Brasil, vereadores Marcelo Lemos e Cláudia de Jesus, e foi marcada durante uma reunião na última terça-feira no MPF.

Edivaldo Gomes, que acompanha a situação de perto desde o início e já realizou uma audiência pública sobre a questão, disse que o representante do Banco do Brasil explicou que tem recurso liberado para a conclusão, sendo que a empresa contratada, Casa Alta, já recebeu cerca de 95% dos valores, mas que está em precária situação financeira. Neste caso, o Banco do Brasil pretende descredenciar a Casa Alta e chamar a segunda colocada, a CCM, de Brasília. “Acontece, que esse processo demora tempo e, caso a empresa atual recorra ao Judiciário, cria-se uma situação que pode demorar meses”, lamentou o vereador.

Fora a questão contratual, há outro problema, há, ainda, a questão ambiental, já que a licença da Sedam para o sistema de esgotamento através de uma ETE, é provisória e ainda falta a licença ambiental do município, o que, com certeza, acarretará mais demora ainda.

Edivaldo Gomes disse que prefere ser franco com a população e dar esperança de reinicio das obras só no próximo ano.

O procurador federal Murilo Rafael disse que da parte dele cobrará do Banco do Brasil que acelere o reinício das obras, seja com a atual ou com outra empresa.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.