Deputado Cabo Jhony Paixão quer maior participação da sociedade na CPI da energia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), da Assembleia Legislativa de Rondônia, que investiga possíveis irregularidades praticadas contra os consumidores de energia elétrica, realizou nesta segunda-feira (04), uma audiência pública em Vilhena, com o objetivo de dar voz e vez à população.

Estiveram presentes, vereadores, representantes de comunidades, Defensoria Pública e muitos consumidores insatisfeitos com a empresa responsável pela distribuição de energia. O deputado Cabo Jhony Paixão (Republicanos), defendeu uma maior participação da sociedade nessa discussão.

“O Cone Sul de Rondônia está de parabéns, mas poderia ser melhor, se a população participasse mais, mostrando interesse em resolver o problema que é de todos nós e a audiência é o lugar para fazer as denúncias, discutir e apresentar ideias”, declarou.

O presidente da CPI, deputado Alex Redano (Republicanos), lembrou que a audiência publica é o momento para o consumidor apresentar as denúncias, fortalecendo os trabalhos da comissão e motivando os deputados na busca pelos direitos da população.

No momento em quem a Comissão recebia as denúncias de vários consumidores de Vilhena, o apresentador de TV Mauro Fonseca, apresentou a situação da empresa que trabalha, “sendo obrigada a demitir quatro pais de família, ao se deparar com duas opções: ou paga funcionário ou a conta de energia,” relatou.

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito, deputado Jair Montes (Avante), disse que a população de Rondônia pode contar com a CPI, “os deputados estão unidos com objetivo de trabalhar para o estado e a comissão vai apurar todas as denúncias apresentadas e o consumidor que se sentir prejudicado, pode recorrer à Justiça”, declarou o parlamentar.

A próxima audiência pública da CPI que investiga as denúncias contra a empresa fornecedora de energia, será no dia 11 de novembro, na Câmara de Vereadores de Ji-Paraná, às 9h da manhã.

 

A imagem pode conter: carro e atividades ao ar livre

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.