Preso filho da governadora de Roraima com mais 11 pessoas

A Polícia Federal prendeu 10 pessoas na manhã desta quinta-feira (29) durante a operação Escuridão que investiga um desvio de recursos públicos do sistema penitenciário de Roraima em contratos fraudulentos que somam R$ 70 milhões.

Entre os presos estão Guilherme Campos, filho da governadora Suely Campos (PP), detido em Brasília, e dois ex-secretários de Justiça e Cidadania, Ronan Marinho e Josué Filho, em Boa Vista. O deputado estadual eleito Renan Filho (PRB), suspeito de ligação com o esquema e também alvo de mandado de prisão, está foragido.

Para a operação, iniciada às 6h (8h de Brasília) foram expedidos 11 mandados de prisão preventiva e 20 de busca e apreensão em Boa Vistae Brasília. As medidas foram autorizadas pelo Tribunal de Justiça de Roraima.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.