Algumas das frases que se vê nas redes sociais

- Perdeu, Playboy! Somos todos levianos! Somos Dilma! Somos 13.

– Vamos lá, Playboy …arrasa!!

– O Alckmin vai lançar o Balde Família: toda família vai ganhar um balde pra tomar banho uma vez por mês!

– Programa Meu Banho, Minha Vida!!!

– Cascão está de malas prontas para se mudar para São Paulo.

– Talvez esse corno seja eu e o povo brasileiro que sempre somos enganados pelos políticos.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Enquanto isso, na ala dos indecisos da Globo…

Inacreditável: teve indeciso que conseguiu chegar sozinho ao Projac, mas teve que voltar acompanhado – não acertaria o rumo de casa.

De repente, o Bonner pergunta: a senhora quer perguntar o que? – Bem, deixa eu ver, (pausa) moço, não sei ao certo, acho que estou indecisa.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Como foi o último debate na opinião de Roberto Gutierrez

debatetvRO

Último debate ente Confúcio Moura e Expedito Junior para o Governo de Rodônia (Foto: Isis Capistrano/G1

A TV Rondônia adotou um sistema enxuto de confronto, cuja a emoção teria que ser mesmo protagonizada pelos participantes, sem grandes interferências. No entanto, foi um debate morno demais. Aliás, o chute no saco que Expedito aplicou no início do primeiro Round pode ter dado reação inversa ou não. O Expedito partiu para o knockout e Confúcio foi pego desprevenido. Expedito perdeu uma ótima oportunidade para dizer que poderia ser muito melhor que Confúcio. A estratagema de Expedito de tentar sair como vítima não colou como pensaram os estrategistas. Como disse um grande amigo meu, Confúcio é da família dos felinos – bate e esconde as unhas. E só no final da campanha os estrategistas perceberam isso.  Expedito pode ter jogado fora a última oportunidade de reafirmar um plano de governo convincente. Ideias fragmentadas não ecoam.

Independente de, para quem você pretende votar nesta eleição, pergunte a si mesmo e não precisa responder pra ninguém: afinal, é possível lembrar de alguma coisa do plano de governo do Expedito Júnior (PSDB-RO) nesta campanha? E do atual governador Confúcio Moura (PMDB-RO), é possível?

É justamente isso que os ‘Cérebros’ da estratégia da Campanha do Expedito teriam que se perguntar. Se não conseguir fazer o povo perceber o porquê do meu candidato ser melhor, é perda de tempo e dinheiro jogado fora. Não se vai a lugar algum sem que esse argumento, como forma de estratégia, seja bem desenvolvido.

Por outro lado, Expedito venceu justamente nas cidades onde a população de Rondônia está isolada de informação quanto à programação local de TV – sinal aberto. Caso contrário, o prejuízo deste debate seria muito maior no resultado para o próximo domingo. Para sorte do Expedito, ele tem que torcer para que eu esteja errado, afinal, essa hipótese não deixa de ser provável. Apenas digo o que penso e, se faço isso, existo. Boa sorte aos dois candidatos.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Emoção e lágrimas, Cassol diz porque reatou com Expedito

Ao esclarecer seu apoio ao candidato Expedito Júnior, Ivo Cassol disse que só foi consolidado para o bem de Rondônia. “Até mesmo os casais brigam. Voltamos a amizade para o bem do Estado, são 16 anos juntos, e todos nós temos divergência. Digo que ele nunca me deu prejuízo”, justificou.

mutley_120_120_256_9223372036854775000_0_1_0Quando li essa declaração do Ivo Cassol, tocava no rádio: ♫ Nós somos dois sem vergonhas ♪ em matéria de amar. ♫ Eu te amo e tu me amas ♪ mas brigamos sem parar ♫.

Ô, gente!!! Foi tão meigo ouvir a declaração do Cassol ao reatar com Expedito Júnior: “Até mesmo os casais brigam”, disse o doce Cassol com um sentimento de aperto tipo cosquinha no coração.

Veja outro trecho do singelo Cassol: “são 16 anos juntos, e todos nós temos divergência.”

É por último: “Digo que ele nunca me deu prejuízo”.

Eu quero ver alguém conseguir dar prejuízo pro Cassol!! Zé Otônio do lado dele é o Gastão. Hehehe.

Segundo a prima de uma cunhada que tem uma tia cujo neto tem uma amiga que dá mais que chuchu na serra, César Cassol teria ido aos prantos ao ler o depoimento do irmão publicado no Diário da Amazônia. Afinal, (como diria a Dilma) no que se refere a desentendimento Cesar e Ivo sabem o que é a dor de uma desavença.

Vamos imaginar o primeiro diálogo a portas fechadas entre Expedito e Cassol:

Dito. Fala, Sol. (silencio – abraços e lágrimas) hehehehe

Oh, não deixa isso vazar lá em Brasília, porque, se o Bolsonaro e o Levi Fidélix ficarem sabendo, vai ter retaliação. Aliás, não precisa se preocupar:  o senador Randolfe Rodrigues poderá compensar com uma homenagem, inclusive, com uma a música de Bob Dylan, Blowin’ in the Wind, cantada ao vivo por Eduardo Suplicy.

(Autor Roberto Gutierrez)

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Entenda porque Levi Fidelix apóia Aécio

Levi Fidélix atucanou o Toba ao chamá-lo de órgão excretor. Tá explicado porque o Levi tá apoiado o Aécio.  O cara era Tucano enrustido e não contava pra ninguém! Vamos torcer para o Poder Judiciário não adotar esta expressão. Imagine a cena narrada em processo: mostrando sinais de embriagues, o Querelante disse que teve o órgão excretor bolinado pelo Querelado. Decisão baseada em jurisprudência:  Excretor de Bêbado não tem dono.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Horário de verão não altera votação no segundo turno em Rondônia

Os  eleitores de Rondônia irão às urnas no próximo domingo (28) escolher seu novo prefeito e o horário de votação será o mesmo do primeiro turno, qual seja, das 8h às 17h no horário local. Isto ocorre porque as urnas são programadas para iniciar sua operação de acordo com o horário de cada Município.

Por esta razão os eleitores portovelhenses podem ficar despreocupados com o relógio, uma vez que não haverá qualquer alteração no horário de votação.

O horário de verão foi iniciado no dia 21 outubro e irá vigorar até 17 de fevereiro de 2013, nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Tocantins.

Em caso de dúvidas, ligue 148. O serviço Disque-Eleições 148 é um número gratuito, através do qual é possível tirar dúvidas, prestar elogios e reclamações, além de noticiar denúncias sobre propaganda irregular e crimes eleitorais.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Confúcio, Expedito, Dilma e Aécio com o órgão excretor na mão

confuexpeolhosNa noite de sábado para a amanhecer domingo Confúcio, Expedito, Dilma e Aécio vão amanhecer com o órgão excretor na mão, de tanta preocupação com o resultado das eleições. Nunca, duas eleições estiveram tão apertadas. Entre Dilma e Aécio, o resultado vai se sentir após o debate na Rede Globo. Ali, quem for o melhor, poderá ganhar as eleições, principalmente por causa da audiência desse debate ser muito grande.

Em Rondônia, por causa de mais da metade da população do Estado não assistir programação local, até mesmo por falta de cobertura das emissões se sinal aberto, o programa eleitoral na TV e o debate não têm tanta influência, a não ser nas cidades maiores. Aí, se explica o porquê de Expedito ter vencido nas cidades menores – o povo lá está plugado fora da realidade de Rondônia. Rondônia pra eles, só com Internet e rádio.

Esta campanha em Rondônia será decidida nos detalhes. A única chance do Expedito, como disse há três meses, é que ele consiga casar os votos dele com do Aécio. Tarefa muito difícil porque tem boa parte do eleitorado do Confúcio que vota no Aécio.

Já o requentado Batista – contra o Confúcio, faz algum efeito no eleitorado cabeça oca: aquele que sequer lembra a cueca ou a calcinha que estava usando ontem, quando mas, para ter o discernimento de que esta é uma notícia velha. Aliás, são tantos escândalos, que nem jornalista que acompanhou os escândalos nacionais e de Rondônia, desde a época do Cassol Governador, sabe enumerar.

Daí, surge mais um erro de estratégia do Expedito: O requentado Batista tinha que ser lançado nesta semana. Três semanas é tempo demais para isso se manter notícia. Esta semana, véspera das eleições, as pessoas nem comentam mais. A não ser os sites que optaram em tomar partido. Aliás, quando as pessoas começam a raciocinar, percebem que é jogada para tentar ganhar a eleições com o argumento de que o outro é mais sujo do que eu, por isso vote em mim pelo amor de Deus. Mas, o que está em discussão não é isso, é competência, experiência, feitos – coisa que o Expedito não conseguiu mostrar. Troca de acusações não soma voto, apenas serve para dividir e causar desavença entre torcedores.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Senhoras e senhores, o terror da desinformação

imagens-dia-20141022-97-size-598 imagens-dia-20141022-91-size-598 imagens-dia-20141022-94-size-598 imagens-dia-20141022-93-size-598Alguém tem ideia de quantas vítimas, quem foi o atirador e por que ele provocou esse tiroteio no parlamento do Canadá?  A primeira vítima disso tudo são os apresentadores dos telejornais que tiveram que ficar o tempo todo ao vivo para cobrir mais uma paranoia. Ou seja, a segunda vítima fomos nós. Sem ter informação, tente imaginar na quantidade besteira dita. Praceia até programa do Datena. Aliás desde 11 de setembro, qualquer situação leva ao pensamento de uma ação terrorista.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Associação Rural de Rondônia: sai Carlos Lira, assume Sérgio Suganuma 

Sérgio Suganuma  Carlos LiraO pecuarista Sérgio Suganuma, que durante dois anos comandou os rodeios da Expojipa, é agora no novo presidente da Associação Rural de Rondônia (ARR). Ele assume esse novo desafio com de praticamente 90% de apoio dos associados. Dos 69 sócios aptos a votar, 48 compareceram e todos votaram a favor da chapa  ‘O Trabalho Continua’, cuja composição é formada por Sérgio Suganuma presidente; vice-presidente, Eduardo Almeida Lima; 1º Secretário, Hugo Santana Neto; 2º Secretário, Edson Aleoti; 1º Tesoureiro, Celso Vieira e 2º Tesoureiro, Cláudio Luiz Oste. Sérgio de Souza Ferreira continuará no cargo de Diretor Executivo.

Elogiados por todos como um presidente exemplar, Carlos Lira, o Carlinhos da Brahma, passou o cargo a Suganuma, agradeceu o apoio recebido de todos os membros de sua diretoria e desejou boa sorte ao amigo recém-eleito quem também era parte da diretoria anterior.

Sérgio Suganuma garNova diretoria e associados da Associação Rural de Rondônia -ARRantiu que o ritmo do trabalho continuará igual, e que o planejamento para a Expojipa 2015, já começa esta semana. Sérgio Ferreira, que continua como Diretor Executivo, anunciou que o empresário responsável pela a obra da construção da nova Arena de Rodeios, firmou acordo com a prefeitura e o trabalho será reiniciado nos próximos dias.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Com a tag , , | Deixar um comentário

Tropas federais atuarão em 15 estados neste domingo

No próximo domingo (26), quando será decidida a disputa presidencial e o segundo turno das eleições em 13 estados e no Distrito Federal, cerca de 15 mil homens do Exército, Marinha e Aeronáutica estarão atuando em 15 estados para garantir a segurança da votação e a logística do pleito. No primeiro turno, as tropas federais deram suporte à Justiça Eleitoral em 12 estados.

Ao todo, as tropas federais estarão em 280 localidades, conforme decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). De acordo com Ministério da Defesa,  89 localidades receberão apoio logístico para a entrega de urnas. Haverá apoio ao transporte de pessoal da Justiça Eleitoral nos estados do Acre (42), Amapá  (05),  Mato Grosso do Sul (04), Rondônia (04) e Roraima (34).

Em 191 municípios dos estados do Amazonas (18), Maranhão (04), Mato Grosso (12), Pará (57), Paraíba (02), Piauí (38), Rio de Janeiro (01), Rondônia (12), Rio Grande do Norte (37), Sergipe (06) e Tocantins (04), as tropas farão operações de garantia da lei e da ordem (GLO).

Ainda constam no TSE pedidos estaduais para envio de reforço militar para a votação. A corte julgará as reivindicações até a véspera do segundo turno da eleição.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

A partir desta terça-feira prisões só ocorrerão em flagrantes

A partir de hoje (21) e até 48 horas após o encerramento das eleições, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo-conduto. A determinação está no Código Eleitoral, caput do Artigo 236.

No domingo (26), quase 143 milhões de eleitores voltam às urnas e escolherão entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) para comandar o país pelos próximos quatro anos. Eleitores de 13 Estados e do Distrito Federal também definirão seus novos governadores neste segundo turno.

Mesmo com o horário de verão, que começou no último domingo, nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste e no Distrito Federal, o período de votação no segundo turno não terá qualquer alteração, ou seja, será das 8h às 17h, obedecendo o horário local.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Pérolas do Enem, por favor, controle-se – não vá engasgar de tanto rir  

Muttley-small“Apóstrofes são os 12 homenzinhos que comeram com Jesus e que Michelangelo bateu a foto”

“O célebros é muito espantoso: hoje em dia ele é usado até pelos pobres.”

“O Hino Nacional Francês se chama La Mayonèse.”

“Segundo a Mitologia Grega a deusa do amor era a deusa Viagra.”

“Os escravos dos romanos eram fabricados na África, mas não eram de muito boa qualidade”

“D. João sexo era um ditador dinamarquês que impediu a revolução russa.”

“O Hino Nacional Francês se chama La Mayonèse.”

“As moléculas de água quando congelam viram Duréculas.”

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Da série notícia enguiçada de atentado a site

Todo ano de eleição, em especial, no segundo turno, um ou mais sites de Rondônia sofrem atentado. Pôxa, que monotonia, até agora não aconteceu nenhum.

Como escreveu um aloprado do Enem: “Apóstrofes são os 12 homenzinhos que comeram com Jesus e que Michelangelo bateu a foto”. Isso não deu em nenhum site ainda!

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Vendas de materiais de construção podem recuar 4% este ano

Marli Moreira – Repórter da Agência Brasil – construcao_civil_be_03Depois de atingir, em setembro, crescimento de vendas em nível abaixo dos dois meses anteriores, a indústria de materiais de construção voltou a revisar a meta de fechamento do ano, projetando queda de 4% sobre 2013. No mês de agosto, o setor havia alterado a projeção de crescer 2% para 0,5%. Os negócios em setembro superaram em 5,2% os registrados em agosto, já descontada a inflação. No entanto, este percentual foi menor do que os 7,1% apresentados em julho e agosto.
Na comparação anual, setembro foi o sétimo mês seguido de redução no faturamento com queda de 5,7% sobre o mesmo mês do ano passado. Em agosto, o recuo havia atingido 12,4%. No acumulado do ano, o setor vendeu 6,5% menos do que no período de janeiro a setembro de 2013.
Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). O presidente da entidade, Walter Cover, disse que “o crescimento sobre agosto não foi suficiente para recuperar a forte queda das vendas do primeiro semestre. Com apenas um trimestre pela frente, teremos em 2014 uma redução no faturamento real da indústria, quando comparado a 2013. O mercado foi duramente afetado pelo pessimismo em relação à economia, reforçado pela perda de dias úteis em [razão] da Copa e feriados, bem como pelo aumento nas importações.”
O balanço da Abramat mostra ainda que aumentou a contratação de empregados em 2,7% sobre setembro do ano passado. Já na comparação com agosto último foi mantida a estabilidade no nível de emprego.

Publicado em Brasil | Deixar um comentário

Pedido de impeachment de Mauro Nazif será lido nesta terça, Confira posição dos vereadores

Por O OBSERVADOR

Porto Velho, RO - O pedido de impeachment do prefeito será lido nesta terça-feira no plenário da Câmara de vereadores de Porto Velho e vários vereadores já se manifestaram serem favoráveis.

O pedido foi protocolado na última quinta-feira contra o prefeito Mauro Nazif (PSB), seu vice Dalton di Franco (PDT)  e todos os seus secretários, após receber denuncias apresentadas pelo ativista político Carlos  Caldeira, em um relatório apontando diversas atividades suspeitas feitas por Nazif e sua equipe administrativa.

Entre as denuncias estão suspeitas na contratação de funcionários comissionados, contratos obscuros e até utilização da máquina pública em favorecimento de candidatos no pleito 2014, para as candidaturas de Cleiton Roque (PSB), eleito deputado estadual e Mário Medeiros (PSB) candidato não eleito deputado federal.

Os vereadores agora analisarão as denuncias protocoladas na Casa de Leis do município e decidirão em plenário se abrem ou não uma comissão compostas por representantes do legislativo para apurar os fatos apresentados.

Caso seja aceita as denuncias e montada a comissão de investigação, os vereadores terão de decidir se colocam em votação ou não o mandato de Mauro a frente da prefeitura de Porto Velho. Nossa reportagem ouviu alguns vereadores e o fato que mais chama a atenção dos vereadores é contrato de lixo onde as empresas Empresas vencedoras:Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda, Ecopav Construção e Soluções Urbanas Ltda e Limpebras Engenharia Ambiental Ltda são acusadas de serem beneficiadas com o direcionamento do contrato emergencial no valor de mais de R$ 14 milhões de reais.

Confira os vereadores que manifestaram os vereadores:
Favoráveis:
1- Marcio do Sitetuperon (PSB)
2- Everaldo Fogaça (PTB)
3- Dim Dim (PTC)
4- Macário Barros (PSB)
5- Cabo Anjos (PDT)
6- Alan Queiroz (PSDB)
7- Aécio da TV (PP)
8- Jurandir Bengala (PT)
9- Sid Orleans (PT)
10- José Wildes (PT)

Contra:

11- Jair Montes (PTC)

12- Porfírio Costa (PSD)

Não se manifestaram:
13- Eduardo Rodrigues (PV)
14- Ana Maria Negreiros (PMDB)
15- Pastor Delso Moreira (PSB)
16- Chico Lata (PP)
17- Marcelo Reis (PV)
18- Fatinha (PT)
19- Ellis Regina (PCdoB)
20- Claúdio da Padaria (PCdoB)

21- Léo Moraes (PTB)

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Datafolha: Dilma tem 52% dos votos válidos e passa Aécio, com 48%

A terceira rodada da pesquisa Datafolha para o segundo turno mostra, pela primeira vez nesta etapa, que Aécio Neves (PSDB) foi ultrapassado por Dilma Rousseff (PT). Divulgado nesta segunda-feira (15), o levantamento mantém a situação de empate técnico no limite da margem de erro (dois pontos percentuais, para mais ou para menos), mas mostra Dilma com ascensão de três pontos percentuais. A petista registra 52% dos votos válidos (49% no levantamento anterior, de 15 de outubro), quando são descartados votos brancos, nulos ou indecisos, enquanto Aécio tem 48% (antes, 51%).

Se considerados os votos totais (contabilizados os votos nulos, brancos e indecisos), Dilma tem 46%, enquanto o senador mineiro tem 43% das preferências. Na pesquisa anterior do Datafolha, Aécio tinha 45% dos votos totais (perdeu dois pontos percentuais) e Dilma, 43% (ganhou três pontos).

As declarações de voto em branco e nulo chegaram a 5%, enquanto 6% dos entrevistados disseram ainda não saber em quem votar.  No primeiro turno, a contagem das urnas mostrou que Dilma teve 41,59% dos votos válidos, contra 33,55% de Aécio.

Avaliação

A aprovação do governo Dilma, diz o Datafolha, é de 42% (na pesquisa anterior, 40% haviam classificado a gestão petista como “ótimo” ou “bom”). Já o percentual de quem vê o governo como “regular” é de 37% (38% na última semana), enquanto 20% o avaliam como “péssimo” (antes, 21%). Apenas 1% disse não saber responder.

Encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo, a pesquisa entrevistou 4.389 eleitores de 257 municípios nesta segunda-feira – ou seja, já sob o efeito do terceiro debate de segundo turno entre Dilma e Aécio, domingo (19), na TV Record. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Esse percentual quer dizer que, se o levantamento for reaplicado por 100 vezes consecutivas, em 95 ocasiões os resultados ficariam dentro da margem de erro de 2%, para cima ou para baixo. O levantamento pode ser conferido no Tribunal Superior Eleitoral, onde está registrada sob o protocolo BR01140/2014.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Vox Populi: Dilma tem 46% das intenções de voto e Aécio, 43%

Pesquisa feita pelo instituto de consultoria Vox Populi, a pedido do grupo Record, mostra empate técnico entre o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, e a candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT). Segundo o levantamento, Dilma aparece com 46% das intenções de voto e Aécio com 43%. Votos brancos e nulos somam 5% e indecisos, 5%.

No levantamento anterior, Dilma tinha 45% dos eleitores consultados e Aécio, de 44%.

Considerados os votos válidos, excluindo-se os votos brancos, nulos e indecisos, mesmo procedimento utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial, Dilma tem 52% e Aécio, 48%. Configurando também empate técnico.

Dilma Rousseff se sai melhor entre os eleitores das regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste. Aécio lidera no Sul e no Sudeste.

Quanto à avaliação de governo, 43% consideram o governo de Dilma bom ou ótimo; 36%, regular; e, 21%, ruim ou péssimo.

O Vox Populi ouviu 2 mil eleitores no sábado (18) e no domingo (19), em 147 cidades. O nível de confiança é 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01136/2014.

 

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Venham todos, o cinema chegou a Ouro Preto/RO

Cine marabá -Ouor Pretodo Oeste-RO

Cine Marabá, na praça dos Migrantes em Ouro Preto/RO – aquivo pessoal de Helena Sig

Por Roberto Gutierrez – Ao som de Il Silenzio, um tema musical executado em corneta, o locutor anunciava o filme da noite. A população que não tinha televisão, se arrumava toda para viajar na magia do cinema – um mundo fascinante que emocionava os filhos dos pioneiros. Emoções numa mistura de “Bye Bye Brasil”, de Cacá Diegues e Cinema Paradiso, de Giuseppe Tornatore. Estou narrando o que representa esta foto: o cine Marabá, de um grupo de ciganos que se instalou na cidade de Ouro Preto/RO na qual sequer havia prefeito. Quem comandava ainda era o Incra. A única escola da cidade se chamava Escola Isolada Doutor Joaquim de Lima Avelino e ainda funcionava no bairro Sapolândia – uma vila de funcionários do Incra do lado direito da BR-364 no sentido de quem vem de Ji-Paraná.

A projeção dos filmes era em fita 16 milímetros. O foco da imagem através de lâmpada. As personagens como Ringo, interpretado por Giuliano Gemma, Rita Pavone, “Trinity “interpretado pelo ator italiano Mario Girotti – o Terence Hill eram alguns dos heróis que povoavam a imaginação ingênua de uma gente que jamais ousou imaginar que existira um dia internet.

Antes desse Cine Marabá, em 1976 havia chegado o primeiro cinema de lona. Era o Cine Sete Irmãos, da mesma família de ciganos do Cine Marabá, cujo dono era Sílvio Caldeira.  Assim era a grande diversão no começo da primeira década de Ouro Preto. As alegrias de gente adulta e de crianças que hoje já são avô. Um tempo em que Mingonga (‘seo’ Francisco Pereira) um alcoólatra de rua, era o bicho-papão da garotada.

No mesmo ano da chegada do Cine Marabá,  inaugurava o Cine Teatro Ouro Preto. Esse de propriedade do ‘seo’ Agenor Nogueira da Rocha. Mas esse capítulo é uma outra história que prometo contar pra vocês em detalhes – afinal, é a história da minha família.

Ah, a localização dessa foto do Cine Marabá é onde hoje fica a praça dos Imigrantes. Já o cine Sete Irmãos citado como de lona, e o primeiro de Ouro Preto, funcionou seis meses onde hoje é o posto de gasolina que faz esquina com a Casa Coimbra na avenida Daniel Comboni.

Essa preciosidade fotográfica me foi enviada pela professora de matemática Helena Sig, que morou em Ouro Preto e, hoje, aposentada, vive em Maringá/PR.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Sombra de Cassol atormenta tucanos

Expedito-sombraEsta foto foi tirada na época em que Expedito Júnior (PSDB) era candidato ao Senado com apoio do ex-governador Ivo Cassol. Passados alguns anos, Cassol – agora senador, é o tipo do apoio que os tucanos não querem expor na atual campanha de governador.  A foto nunca foi tão atual – apenas a sombra ronda a candidatura.

A foto é do competente repórter fotográfico Weliton Nunes.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Baixaria: em busca do recorde mundial

debate-size-598-300x168Baixaria”, que o deprimente debate de ontem entre Dilma Rousseff e Aécio Neves transformou em Palavra da Semana, é um brasileirismo, ou seja, um vocábulo nascido aqui e restrito ao português falado em nosso país. Isso não quer dizer que aquilo que nomeia só exista no Brasil, é claro. O país poderá no máximo reivindicar, após o vale-tudo de 2014, amplificado como farsa nas redes sociais, a liderança mundial da baixaria em campanhas eleitorais para a presidência da República. O que, se pensarmos bem, não é pouco.

Termo dicionarizado, mas marcado pela rubrica “informal”, o substantivo “baixaria” é formado pela junção de “baixo” (do latim tardio bassus) com o sufixo “-aria”, indicativo de “prática” e também de “coletivo”, duas ideias que se conjugam na palavra.

São dois os núcleos de sentido do termo. No vocabulário dos músicos quer dizer conjunto de sons graves, em especial aqueles produzidos por instrumentos de cordas, o que não vem ao caso aqui. Na linguagem comum, é uma espécie de palavra-ônibus com uma série de aplicações ligadas à grosseria, à deselegância e à canalhice.

No último campo, o “Dicionário de Usos do Português do Brasil”, de Francisco S. Borba, registra duas acepções: “fala grosseira, agressiva e deselegante”; “comportamento ignóbil e escandaloso”. O Houaiss prefere resumir tudo numa acepção elástica e eloquente: “pessoa, coisa, ação ou circunstância grosseira, má, desagradável, antissocial, violenta, ordinária etc.; baixo-astral”.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Especialistas afirmam que extinção do fator previdenciário pode elevar déficit

Congresso em Foco - Diversas alternativas para acabar com o fator previdenciário sem aumentar o deficit da Previdência Social foram discutidas nesta quinta-feira (16) em seminário na Câmara dos Deputados.

Segundo especialistas, a simples extinção desse fator – criado em 1999 para desestimular aposentadorias precoces no regime geral (INSS) – poderia elevar o deficit previdenciário dos atuais 7% para 13,5% doPIB em 2060. De outro lado, entidades ligadas aos trabalhadores reclamam de perdas no valor de aposentadorias e pensões em decorrência da aplicação do dispositivo.

Consultor legislativo da Câmara na área de previdência, Walter Oda destacou que uma das propostas em análise no Congresso propõe a substituição da metodologia atual do fator previdenciário pela fórmula 95/85, segundo a qual a aposentadoria sem perdas na remuneração ocorreria quando a soma da idade e dos anos de contribuição do segurado atingisse 95. No caso das mulheres, 85. A fórmula 95/85 está prevista em substitutivoapresentado ao PL 3299/08, do Senado.

“Por essa fórmula, uma mulher que alcance 85 na soma entre a idade e o tempo de contribuição previdenciária passa a ter fator 1 e deixaria de perder cerca de 40% do valor do seu benefício no momento da aposentadoria”, disse Oda.

A metodologia atual do fator previdenciário leva em conta valor e tempo de contribuição do segurado, sua idade e a expectativa de vida do brasileiro (conforme tabela do IBGE). Oda citou o exemplo de uma mulher de 50 anos que tenha somado 30 anos de contribuição para a Previdência. “Caso desejasse se aposentar pelo INSS, teria um fator previdenciário de 0,5, o que poderia reduzir pela metade o valor do benefício a que tem direito”, explicou.

Para o também consultor da Câmara, Mauro Orrego, que é da área de Orçamento, o fator foi pensado como um mecanismo para assegurar a equivalência entre contribuições e benefícios previdenciários. Entretanto, segundo ele, um dos problemas decorre da incerteza causada pela variável expectativa de vida, que é calculada anualmente pelo IBGE. “Se o trabalhador decide se aposentar mais tarde, ele corre o risco de ver aplicada uma taxa de expectativa de vida maior e, logo, mais desfavorável”, observou.

“Desaposentação”
Outra alternativa levantada pelos especialistas consiste na chamada “desaposentação”, que permite ao segurado renunciar à aposentadoria existente e solicitar uma nova, com o objetivo de ter o benefício recalculado com base em critérios atualizados (idade, tempo de contribuição, expectativa de vida).

Na Câmara, a tese da “desaposentação” aparece no substitutivo apresentado na Comissão de Seguridade Social e Família para o Projeto de Lei 2567/11, do Senado, que traz consigo mais de dez apensados. O texto, no entanto, só permite o recálculo da aposentadoria a cada cinco anos, para evitar que o segurado “desaposente” todos os meses.

Enquanto aguarda a aprovação na forma de lei, a tese da “desaposentação” está sendo discutida no Supremo Tribunal Federal (STF), que julga pedidos de recálculo de benefícios previdenciários.

Na última sessão do Supremo, realizada no dia 9, o ministro Luís Roberto Barroso votou a favor da “desaposentadoria” e apresentou uma nova tese, propondo manter fixos dois dos critérios utilizados no calculo do fator previdenciário: a idade do segurado e a previsão de expectativa de vida. Pela tese de Barroso, ao requerer um novo benefício, os valores desses critérios seriam os usados no momento do primeiro pedido de aposentadoria.

Advogada do Senado, Roberta Simões comentou que a ideia da “desaposentação” decorre de um conceito mais atual de aposentadoria, não mais ligado à inatividade e, sim, à ideia de que, após cumprir determinadas exigências, o trabalhador passa a ter direito a um benefício financeiro que o permita a exercer atividades de seu interesse, laborais ou não.

Publicado em Brasil | Deixar um comentário

Dilma ataca na TV aliança entre Aécio e Marina

Candidata do PT mostra cenas do último debate do primeiro turno em que Marina questiona Aécio Neves sobre o mensalão tucano e sobre a reeleição

Candidata do PT mostra cenas do último debate do primeiro turno em que Marina questiona Aécio Neves sobre o mensalão tucano e sobre a reeleição

No dia que Marina Silva (PSB) e o presidenciável Aécio Neves (PSDB) protagonizaram a primeira aparição pública após o anúncio da aliança, a adversária, a presidente e candidata à reeleição explorou em seu horário eleitoral as contradições dessa união. A propaganda mostrou cenas do último debate do primeiro turno, realizado pela TV Globo, em que Marina aparece questionando Aécio Neves sobre o mensalão tucano em Minas Gerais e sobre a reeleição, instituída durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Em outro trecho, a equipe petista exibe cenas de Aécio Neves ironizando a ex-senadora. “Ainda não entendi o que é essa sua nova política, candidata!”, mostra o programa petista. Tanto Dilma Rousseff quanto Aécio Neves levaram ao ar depoimentos de artistas que apoiam suas candidaturas. Destaque na campanha do PT para a aparição do cantor e compositor Chico Buarque, quase sempre avesso a aparições públicas. “Em 2010 votei na Dilma mais por causa do Lula. Esse ano voto na Dilma por causa da Dilma”, declara ele.

Aécio Neves escalou um time maior. Mostrou a cantora Fafá de Belém, a atriz Maria Padilha, o cantor Leonardo, o ator Luiz Fernando Guimarães e até o neurocirurgião Paulo Niemeyer. “Aécio está pronto para mudar o Brasil. Ele tem competência. Pode acreditar”, disse o cantor Leonardo em seu depoimento.

Como de praxe, os dois utilizaram cenas do debate realizado ontem pelo SBT/UOL. As edições realizadas pelas equipes de comunicação de ambos valorizaram momentos em que cada um deles se saiu melhor.

A equipe coordenada pelo marqueteiro João Santana destacou os trechos em que Dilma questiona Aécio Neves sobre o pagamento de publicidade para rádios das quais era sócio. “O governo do seu partido foi responsável pelo maior arrocho salarial desse país. Ele fica prometendo que vai baixar a inflação para 3%, mas se ele fizer isso o desemprego vai subir para 15%”, atacou a presidente em trecho do debate que foi levado ao ar. Também foi destaque trecho do novo vazamento da delação premiada do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa. Dilma lembrou que apareceu no depoimento o nome de Sérgio Guerra, o ex-presidente do PSDB morto no início deste ano, na lista daqueles que receberam propina.

Já a equipe de Aécio Neves mostrou trecho em que ele afirmou que o irmão de Dilma já integrou o quadro de cargos comissionados da prefeitura de Belo Horizonte sob o comando do governador eleito Fernando Pimentel. “Minha irmã trabalhava de maneira voluntária, sem remuneração, no governo de Minas Gerais. Ao contrário do que a senhora afirmou, na tentativa de enganar os eleitores”, diz Aécio no texto em destaque no seu programa.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Após juízes e MP, defensores públicos aprovam auxílio-moradia Após juízes e MP, defensores públicos aprovam auxílio-moradia

Congresso em Foco – A liminar concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux abriu espaço para outras categorias reivindicarem o recebimento do auxílio-moradia. Depois dos juízes federais e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), foi a vez de a Defensoria Pública da União (DPU) aprovar a concessão do benefício para os defensores públicos.

concurso-dpu2O DPU tomou a decisão ontem (16) com o argumento de “simetria constitucional”. No entanto, aprovou a concessão do auxílio de R$ 4.377 sem saber quantos defensores públicos terão direito ao benefício, qual o impacto disso nas contas públicas e se haverá dotação orçamentária para realizar o pagamento.

Da mesma forma agiu o CNMP. O órgão responsável por fiscalizar o Ministério Público resolveu editar uma resolução nos mesmos moldes da decisão que favorece os juízes federais. De acordo com a assessoria do Conselho, não são todos os 12,2 mil membros do Ministério Público da União e dos estados que terão direito ao benefício.

O texto da resolução determina que todos os membros do Ministério Público (MP) em atividade terão direito ao auxílio-moradia, inclusive os que tenham moradia própria. Exceções serão feitas para as situações em que não haja imóvel funcional disponível na localidade de lotação ou “efetiva residência”, nos casos de autorização para moradia fora da sede das respectivas unidades.

Membros do MP aposentados e licenciados sem vencimento, além dos que já ocupem imóvel funcional ou recebam auxílio-moradia de cônjuges ou companheiros, na mesma localidade, não poderão receber o auxílio. As normas da resolução têm efeito retroativo a 15 de setembro.

Segundo a Advocacia-Geral da União (AGU), que contesta no Supremo a concessão do auxílio para juízes e o MP, o impacto financeiro será de R$ 840 milhões por ano, só para custear o auxílio-moradia dos membros da Justiça Federal. A AGU tentou derrubar a liminar de Fux no STF, mas não conseguiu reverter a decisão. O órgão tenta agora fazer com que a questão seja decidida pelo plenário da corte.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Ex-presidente do PSDB recebeu R$ 10 milhões, diz Paulo Roberto

sergioguerra_alexandramartins_agcamaraAté então restrito aos partidos integrantes da base governista, o caso do desvio de verbas da Petrobras – esquema operado pelo ex-diretor de Abastecimento da companhia, Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Yousseff – começou a fazer suas estragos também entre os oposicionistas. De acordo com declarações de Paulo Roberto na delação premiada, o ex-presidente nacional do PSDB Sérgio Guerra recebeu R$ 10 milhões em propinas, destaca o jornal O Estado de S. Paulo.

Em julho de 2009, segundo relato do Estadãosobre as informações prestadas pelo ex-diretor da estatal, o então senador por Pernambuco procurou Paulo Roberto Costa para cobrar R$ 10 milhões para que a CPI da Petrobras, instalada à época, fosse encerrada. O senador era um dos 11 membros da comissão e um dos três integrantes da oposição que acusavam o governo de tentar impedir as investigações. Segundo o delator, Guerra iria utilizar o dinheiro para a campanha de 2010. O ex-senador morreu este ano vítima de um câncer.

Paulo Roberto explicou aos policiais federais que a extorsão foi para abafar as descobertas de irregularidades nas obras da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco – alvo de esquema que levou o ex-diretor a ser investigado e preso. O dinheiro, ainda segundo o delator, foi pago pela empreiteira Queiroz Galvão. A empresa faz parte do consórcio C II Ipojuca Interligações, contratado por R$ 2,7 bilhões para uma etapa da Abreu e Lima.

Veja a íntegra desta matéria no site do jornal.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Até o talo – um clássico do humor

ate´o taloFotolegenda – Essa personagem, tão esforçada, deveria ganhar em dobro, pois, é a única que, não só vestiu a camisa da Onda Amarela, como introduziu a ideia desenvolvendo um conceito que penetra fundo sem dar espaço para a oposição, ou qualquer Onda de efeito Azul querer ocupar espaço dedicado à propaganda eleitoral quase que gratuita. Isso inspira até mesmo os enrustidos. Aliás, temos os extremos da Onda Amarela no verdadeiro sentido de Cabo a Rabo, ou seja, de Van Gogh a Caganeira, ambos de coloração artística amarelada.

O importante é que no fundo, no fundo, independente do resultado eleitoral, às vezes é isso que nos sobra: um mastro com flamula ao vento introduzido na imaginação sacana de que está lendo isso. Como teria dito o filósofo Ivo Cassol – ENNNRA!!!!!

(Por Roberto Gutierrez)

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Capacete peludo, a coisa da Dilma que deu certo

neymar_dilmaPodem falar o que quiser, mas, se uma coisa deu certo neste governo pra Dilma é o penteado dela. Firme, prático, não desmonta, não desmancha, aguenta o batidão, além de ser discreto e deixar a Miriam Leitão morrendo de inveja.   Melhor até que o cabelo lambido da Marina Silva e os cachos da Lucina Genro. Pensando bem, logo, logo, Neymar poderá adotá-lo. Hehehe.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Veja aqui, quem ganha para Presidente e Governador de  Rondônia

Por Roberto Gutierrez – Meu amigo Marcondes Benício Neves e mais um monte de gente me perguntaram nas últimas horas sobre quem ganha as eleições para Presidente da República e para Governador de Rondônia. Trata-se de uma resposta difícil, mas, nem tanto. Hehehe.

manchanegraNa minha antagônica ignorância, a decisão para Presidente só será construída ao final do debate na Rede Globo – assim como foi no primeiro turno. Quem se sair melhor poderá ser o presidente. A diferença é muito pequena e a vitória está em cima dos erros do adversário. Qualquer escorregadinha no quiabo – já era.

Para Governo de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB) leva significante vantagem sobre  Expedito Júnior (PSDB). A esta altura do campeonato, Expedito poderá reverter se o apoio de Aécio Neves pudesse fazer alguma diferença para Expedito. Isso seria algo inédito neste tipo de transferência de votos.

Observem que Expedito começou há cinco meses com mais de 40% das intenções de voto, Muita gente achava que ele poderia vencer no primeiro turno. Confúcio conseguiu compensar a diferença e chegou ao segundo turno com pequena vantagem. A tendência de queda, apesar dos apoios definidos, é menos gradativa para Expedito agora. Aliás, vejo que a única esperança está em Aécio. Depois de terem feito tanta besteira na estratégia.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Da série  -Teoria da Conspiração

jumento233Teoria da conspiração pintando no pedaço depois que os números do Ibope e do Datafolha ficaram muito parecidos por isso a federal poderá investigar uma possível formação de cartel. Ô, raça!!! Se fosse licitação pública, estaria faltando a Phoenix para completar as três empresas de cartas marcadas. Hehehehe

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário

Vereadores promovem ato público pró-Confúcio em Ji-Paraná

maniafestovereadorespmdbEles fizeram um apelo aos eleitores pela continuidade de Confúcio Moura no comando do Governo de Rondônia devido às ações realizadas na cidade

A maioria esmagadora de vereadores de Ji-Paraná realizou no final da tarde desta quarta-feira, 15, um ato público em favor da reeleição do candidato a governo Confúcio Moura. O evento ocorreu na esquina da rua Luiz Muzambinho [T-6] com a avenida Brasil, no bairro Nova Brasília, e contou com a participação de dez dos 17 vereadores.

Acompanhado de um “pit-stop”, o ato público foi uma iniciativa do vereador Edivaldo Gomes [PSB] e teve a finalidade de reforçar o pedido de voto para o número 15 de Confúcio Moura para governador e para o número 13 de Dilma Rousseff para presidente da República no próximo dia 26, quando ocorre o segundo turno das eleições. “O primeiro voto é para governador e o segundo para a presidente”, reforçou a vereadora Márcia Regina [PT].

No discurso, Edivaldo Gomes destacou que a participação dos vereadores em favor da reeleição de Confúcio Moura prende-se ao fato de que quem ganha é toda a população. “O vereador não tem emenda, mas precisa do apoio do Governo estadual para atender as demandas dos municípios. Aqui em Ji-Paraná, por exemplo, nenhum outro governo fez tantas obras nas últimas duas décadas quanto esta gestão está fazendo”, frisou o vereador.

Edivaldo Gomes também fez um apelo para que os demais vereadores se posicionem perante a sociedade quanto ao apoio a Confúcio Moura. “Este é o momento de decidir pelo desenvolvimento de Rondônia. O eleitor precisa conhecer quem apoia a manutenção do progresso de nosso Estado”, cobrou o vereador.

O vereador Edilson Vieira [PMDB] enumerou algumas das principais obras de infraestrutura que o governo do estado vem realizando em Ji-Paraná. Dentre elas, Edilson Vieira citou a reconstrução da pista do aeroporto, asfaltamento do anel viário, pavimentação de 50 KM de asfalto para 124 ruas com os respectivos 100 km de meio-fio, canalização e urbanização do igarapé Pintado, revitalização do Beira Rio-Cultural, expansão de rede de água a 100% da cidade, dentre outras ações não menos importantes.

O ato público ganhou reforço do vereador Rubi Ferreira [PMDB], de Presidente Médici. “Nós precisamos posicionar mais neste momento, pois só realiza trabalho sério e compromissado com o povo quem tem experiência no Poder Executivo. E isso o Confúcio Moura tem sobra, pois além de governador já foi prefeito duas vezes em Ariquemes e conhece bem de perto as dificuldades das cidades que não conta com o apoio do governo estadual”, declarou o vereador Rubi Ferreira.

Ao final do evento, a vereadora Márcia Regina [PT] classificou o ato público como importante para marcar território. “Estamos mostrando à população nossa união e força política em benefício da coletividade. Quando realizamos esse evento estamos reapresentando os fichas-limpas que são as melhores opções para governar Rondônia e o País”. Também participaram e apoiam o ato público os vereadores Joziel Carlos de Brito, Joaquim Teixeira, Silvia Cristina, Jesse Bitencourt, Nilton César, Paulo Moura e Adilson do Sesp.

Publicado em Política | Deixar um comentário

Crime eleitoral poderá derrubar deputado eleito e arrastar mais um

Três mandados de busca e apreensão contra um deputado estadual eleito, que tem base na Capital de Rondônia, cumpridos antes de cinco de outubro e no dia das eleições, podem provocar a degola da primeira cabeça nestas eleições. Caso se concretize em crime eleitoral, além de o deputado-eleito em questão perder o registro de candidatura, os votos dele serão anulados. Com isso a coligação perderá os votos e mais um deputado eleito ficará fora porque a soma dos votos restantes não conseguirá manter o cociente eleitoral.

Assim, poderia assumir a vaga dois suplentes: uma suplente tem nome de cantora da MPB dos anos 60 e 70, e o outro a se dar bem, usa nome de sindicato como sobrenome.

O caso envolve o deputado eleito Leonardo Barreto de Moraes, o Léo Moraes. Trata-se de uma investigação do Ministério Público acerca da utilização da estrutura do Sindicato para angariar doações para a campanha do candidato a deputado Leonardo Barreto de Moraes, o Léo Moraes, o que caracterizaria, em tese, violação à regra legal que veda, a partido e candidato, receber direta e indiretamente doação em dinheiro ou estimável em dinheiro, inclusive por meio de publicidade de qualquer espécie, procedente de entidade de classe ou sindical, bem como possível abuso de poder econômico, na utilização da estrutura do sindicato para pedir voto e doações em favor do candidato.

 Hipótese 1

Se os votos do deputado eleito Léo Moraes PTB (10.275) forem mantidos para a coligação, assumiria o primeiro suplente Ezequiel Neiva PMDB (10.106).

Hipótese 2

Caso os votos de Leo Moraes sejam anulados, prejudicaria também o deputado reeleito Edison Martins(PMDB). Com isso, duas coligações seriam beneficiadas: a do primeiro suplente da coligação PP / PR / PPS / PTC / PV / PROS,  Anderson do Singeperon PV (9.015 votos), e Ellis Regina PCdoB (7.477 votos) da coligação PCdoB / PSB / PSL.

Publicado em Coluna do Gutierrez | Deixar um comentário